Destino Pet: Brasília

Eduardo Cavalcanti - Dedicato Turismo

Brasília, cidade planejada, arquitetada, emoldurada, enfim, pensada desde de suas grandes estruturas até seus mínimos detalhes. A capital do nosso país tem muito a oferecer,  não se vive apenas de política por lá, há muito que se ver, conhecer e experimentar!

Vamos começando por informações básicas! Brasília foi inaugurada em 1960 pelo então presidente do país, Juscelino Kubitschek. E, particularmente, eu acho ela linda! Os responsáveis por essa beleza toda são Lucio Costa, que foi o projetista e urbanista da cidade, que idealizou sua forma parecida a de um avião; e nosso querido e talentoso arquiteto Oscar Niemeyer, que criou os edifícios mais simbólicos da capital. Os dois levam a culpa da nossa capital ser Patrimônio Cultural da Unesco e possuir a maior área tombada do mundo! Está bom pra você?

Brasília fica no Distrito Federal, na região Centro-Oeste do Brasil. Está literamente bem no meio do país, sendo um lugar de fácil acesso a partir de qualquer lugar que você estiver. A cidade e sua periferia cresceram muito: atualmente são mais de 4 milhões de habitantes contando com a região metropolitana. Prova que a cidade criada na decada de 60 deu certo e ainda ajudou a desenvolver toda uma aérea do país que era esquecida.

E entrando agora no tema do turismo, o que fazer por lá? Vai anotando aí as dicas, pois são muitas! O turismo digamos, básico, gira em torno das imensas obras de arquitetura projetadas por Niemeyer e outros artistas, além do cenário público da cidade. Vou listar alguns destes pontos que vale a pena conferir:

  • ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS: sem dúvida a maior atração da cidade. Num país com tantos ministérios, imagina a quantidade de edifícios. E é passando pela avenida onde estão esses prédios, que você chegará a Praça dos Três Poderes e o Congresso Nacional.

 Esplanada dos Ministérios (imagem retirada de: www.fotografiasaereas.com.br)

  • PRAÇA DOS TRÊS PODERES: onde estão o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal – literalmente os três poderes – legislativo, executivo e judiciário. É considerado o ponto turístico mais conhecido de Brasília, onde poderá ver também a pira da pátria, aquela escultura linda Os Guerreiros e a nossa linda bandeira enorme num mastro gigante. Curiosidade: A cada primeiro domingo do mês, ocorre uma cerimônia militar de troca desta bandeira, enquanto que diariamente há a arriação da bandeira no palácio do planalto, com guardas vestidos com trajes militares históricos. Às sextas-feiras, esta cerimônia é acompanhada de banda de música e dos Granadeiros! A cerimônia diária ocorre pontualmente às 18h, e na sexta-feira, ocorre às 17h. Bacana né?!

Congresso Nacional (imagem retirada de: www.archdaily.com.br)

Palácio do Planalto (imagem retirada de: www.viagemeturismo.abril.com.br)

  • CATEDRAL METROPOLITANA: também projetada por Oscar Niemeyer, essa catedral é impressionante! São 16 pilares curvados que se unem no topo! Dentro dela há obras incríveis, entre elas, 3 esculturas suspensas que representam os arcanjos Gabriel, Miguel e Rafael. Fora isso, há cerâmicas de Athos Bulcão e pinturas de Di Cavalcanti.

Curiosidade: Se você sussurrar na parede da cadetral, o som vai correr até a outra ponta da parede, que é curvada!

Catedral Metropolitana (imagem retirada de: www.mederi.com.br)

 

  • TORRE DE TV: A Torre de TV está situada no ponto mais alto de Brasília e há um mirante que permite ter a vista 360 graus da cidade. A torre está alinhada com a bandeira da praça dos três poderes e com o Congresso Nacional.

Curiosidade: o pôr do sol lá é lindo e lá na torre também tem uma feirinha de artesanatos enorme e bem tradicional.

  • MEMORIAL JK: é um museu projetado por Oscar (já estou íntimo) para abrigar os restos mortais do idealizador de Brasília. Além do túmulo, tem um acervo com livros do presidente e exposição permanente com objetos pessoais e fotos do Juscelino Kubitschek.

Curiosidade: saindo do Memorial, do outro lado da estátua, há uma cruz enorme, onde está a Praça do Cruzeiro, que também tem um pôr do sol lindo que para muitos é um dos mais bonitos de Brasília.

 Memorial JK (imagem retirada de: https://pt.wikipedia.org/wiki/Memorial_JK)

  • VISITAS GUIADAS: Dá pra fazer visitas guiadas em diversos edifícios públicos. Esses tours acontecem normalmente aos finais de semana, contam a história política do país e mostram algumas obras de arte de artistas brasileiros. Também é possível visitar o Banco Central, onde há um museu com as moedas antigas e conta um pouco de história econômica do Brasil. Outro edifício legal para visitação é o Itamaraty, onde fica o Ministério das Relações Exteriores.

Palácio do Itamaraty (imagem retirada de: http://www.copa2014.gov.br/pt-br/sedes/brasilia/cidade)

  • LAGO PARANOÁ: é enorme e cheio de atrações super legais ao redor dele. Tem o Pontão do Lago Sul, onde pode se sentar e apreciar a beleza do lago. Lá tem alguns restaurantes e também pode praticar esportes aquáticos. Outra opção do Lago Paranoá é o Pier 21, um shopping que também oferece uma vista linda do lago e possui restaurantes, bares, clubes e cinema.

 Lago Paranoá (imagem retirada de: http://www.soubrasilia.com/brasilia/lago-paranoa/)

  • PARQUE DA CIDADE: lembra daquela música do Legião Urbana? “Se encontraram então no Parque da Cidade, a Mônica de moto e o Eduardo de camelo…” Bom, além de tema musical, o Parque da Cidade é um lugar bem legal, primeiro pelo tamanho, são 420 hectares, é maior que o Central Park, em Nova York! Além de muito verde lá também tem pistas de corrida, bike, patinação, tem quadras esportivas, tem parquinho para crianças e parque de diversões, tem hípica, tem um laguinho artificial … ufa … é um encanto! 

Parque da Cidade (imagem retirada de: http://wbrasilia.com/parquedacidade.html)

Estão vendo quanta coisa né? Mas eu acho que além dos pontos turísticos básicos, é super interessante conhecer lugares do dia a dia de quem vive nos lugarem que visitamos.

Tem uma igrejinha lá que é um charme, chamada Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, fica na 307/308 SUL, também foi projetada por Niemeyer e construída a pedido da Sarah Kubitschek, esposa do JK. A forma da igreja lembra o chapéu de uma freira.

Outro lugar bacana de conhecer é o Jardim Botânico, fica no Setor de Mansões Dom Bosco e é super lindo. Recomendo tomar um belo café da manhã no estilo europeu, lá mesmo eles vendem e preparam tudo, tipo um piquenique mesmo.

Jardim Botânico (imagem retirada de: https://www.tripadvisor.com.br/LocationPhotoDirectLink-g303322-d2349391-i197047232-Jardim_Botanico_de_Brasilia-Brasilia_Federal_District.html)

 Piquenique no Jardim Botânico (imagem retirada de: http://bora.ai/bsb/passeios/jardim-botanico)

Um lugar imperdível e que poucos turistas e até habitantes da cidade não conhecem fica no último andar do Anexo IV da Câmara dos Deputados. Lá, você vai encontrar um espaço de artes, dois jardins suspensos de Roberto Burle Marx, sendo um de inverno e outro aberto, e uma capela projetada por Niemeyer.

O hall da galeria é ornamentado com mobiliário assinado pelo próprio Oscar Niemeyer e dispõe de janelas redondas de onde se vislumbra quase todas as atrações de Brasília e garantem boas fotos.

Importante: Só tem acesso de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 18:00. Exige-se calça para os homens, e a entrada é grátis. Destaque para a imensa tela do artista plástico Tarcísio Viriato logo antes do Hall dos Elevadores. Ah, já ia esquecendo, lá também tem um restaurante e um café super bacana do Restaurante-Escola do SENAC.

Por falar de restaurante, quero dar duas dicas rápidas de comida. A Pizzaria Dom Bosco onde você pode provar a pizza mais tradicional de Brasília. E o Beirute, que é o bar que Brasília inteira conhece e gosta, é tipo o boteco da cidade que tem muitos anos e nunca perdeu a qualidade.

Voltando para informações básicas de Brasilia, é importante saber que: com relação ao clima, a capital do Brasil não tem estações do ano bem definidas, elas possuem uma época de chuva e outra de seca. Na época da seca, entre maio e setembro, o pôr do sol fica fantástico e o céu quase sem nuvens. Justamente nesses meses que recomendo a visita.

Andar em Brasília pode parecer uma loucura já que os endereços por lá são bem diferentes. Eles usam siglas ao invés de nomes, parece até uma sopa de letrinhas com tantos números aleatórios! Mas não se preocupe, seu motorista/taxista ou então seu GPS vai saber decifrar. E para um turismo básico nem precisa ter essa preocupação em aprender essas coisas. Mas já ouvi os moradores dizerem que essa forma de definir os endereços, em eixos, setores, alas, etc… é super organizado e fácil. No mais, andrar pela capital é tranquilo, no geral é tudo muito limpo e organizado e as pessoas são educadas, e se não forem, multa nelas! Lá, por exemplo, se você não respeitar a faixa de pedestre a multa é quase que no momento, tipo on-line.

Para finalizar, gostaria de citar alguns lugares que estão a menos de 200km de Brasília que valem a pena a visita. Dessa forma, você vai até repensar sobre passar somente um fim de semana ou estender a viagem e conhecer ainda mais de Brasília e região.

  • Salto de Corumbá (100km de Brasília)

A área de 11 alqueires foi aberta ao público há quase 30 anos. Mesmo com várias opções de diversão, são as cachoeiras que atraem tanta gente para o lugar. São sete no total, com destaque para a incrível “Salto Corumbá” com 50 metros de queda. Outra atração é o “Poço da Gruta” com água geladíssima que chega a temperaturas de 15° em meses menos quentes do estado.

  • Pirenópolis (150km de Brasília)

Conta com boa comida, pousadas de charme e um patrimônio arrebatador, não há como não deixar de se encantar com essa pequena joia do interior de Goiás. Tombada como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1989, Pirenópolis é um registro da história de Goiás, que transpira nos casarões e construções antigas de seu Centro Histórico. Vale intercalar os passeios pela cidade com visitas às cachoeiras e trilhas do Parque Estadual Serra dos Pireneus.

  • Cocalzinho de Goiás (109km de Brasília)

Erguida às margens do Rio Corumbá, a cidade é cortada por vários córregos e rios, que criam cachoeiras como a dos Caiapós, do Morrinho dos Pireneus, do Pedro Belo e Sete Grota. Programa obrigatório na cidade é curtir a tirolesa Voo dos Pirineus, com 567 metros de comprimento. Na região também são produzidos vinhos finos e premiados com uvas europeias, na Fazenda Pirineus Vinhos e Vinhedos. Também vale conhecer a Caverna dos Ecos, que abriga o maior lago subterrâneo da América Latina.

  • Formosa (83km de Brasília)

Eleita como a oitava melhor cidade turística do estado de Goiás pelos próprios turistas, a cidade de Formosa é um mundo a ser desbravado pelos espíritos aventureiros: grutas, cachoeiras, quedas livres, trilhas, e rampas de voo livre vão fazer você sentir um gostinho de adrenalina como nunca antes.

  • São João D’Aliança (159km de Brasília)

Repleta de cachoeiras e cânions, na cidade vale conhecer o impressionante cânion Buraco do Farias. Entre as cachoeiras, vale visitar a Cachoeira das Andorinhas, a Cachoeira do Label, a Cachoeira do Mingau, a Cachoeira São Cristóvão, a Cachoeira São Pedro e a Cachoeira do Cantinho, com quatro quedas d’água. A cidade abriga ainda a comunidade quilombola Quilombo do Forte.

Ufa, mil vezes ufa! Espero que você se divirta e aprenda muito conhecendo Brasília e seu entorno. Muita história, beleza, cultura, natureza… Brasília a cidades de todas as cidades, de pessoas de lá e de todo país, a capital do rock nacional e do Brasil. Lugar fácil de se divertir, conhecer pessoas novas e culturas diferentes. E como falei no início, não só de política vive Brasília. Mas acredito ser importante conhecer o lugar onde grande parte dos nossos representantes trabalham e entender mais da história do nosso país.

Serviço:

Dedicato Turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *